Executivo Federal tem mais de um milhão de servidores

Atualizado: Jan 17

Desse número, 622.335 são servidores ativos da Administração Pública do Poder Executivo Federal, 34% estão lotados na região Sudeste e a unidade federativa com a maior proporção de agentes públicos por habitantes é o Distrito Federal.


Considerando a intenção do governo em realizar uma Reforma Administrativa no âmbito do Poder Executivo Federal, a Metapolítica se propôs a entender como estão distribuídos os servidores na Administração Pública, bem como a proporção entre o número de servidores e a população por unidade da federação (UF).


Em 2012 o IBGE estimou que 1,6% da população brasileira eram servidores públicos (federal, estadual ou municipal) (I), com o valor absoluto de 3.128.923. Em junho de 2019 – no Poder Executivo Federal –, foram contabilizados 1.277.563 servidores entre ativos, aposentados e pensionistas. Fazendo o recorte para servidores ativos, esse número cai para 622.335. Em relação ao número de habitantes, os servidores ativos do Executivo Federal representam 0,3%. Quando somados pensionistas e aposentados, o percentual sobe para 0,6%.


Para realizar a contagem de servidores federais, utilizamos os dados disponibilizados no “Painel Estatístico de Pessoal”, do Ministério da Economia (II).


Em números absolutos, a região Sudeste concentra grande parte dos agentes – 34% do total. Na sequência, acompanham o Nordeste, Centro-Oeste, Sul e Norte.

Analisando os estados – unitariamente – entendemos o motivo de grande parcela dos servidores estarem aglomerados na região Sudeste: dentre os cinco estados com maior número de agentes do Executivo Federal, três são dessa região. Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais ocupam a primeira, terceira e quarta posição, respectivamente, em números absolutos.




Quando se observa a proporção entre o número de servidores e o total de habitantes – por UF e região –, o Centro-Oeste assume a liderança do ranking (com 0, 8% da população em exercício de um cargo no Executivo Federal). As regiões Norte e Sudeste têm um percentual de 0,4% cada, enquanto Nordeste e Sul têm o menor percentual proporcional, com 0,3% e 0,1%. O DF lidera este ranking, quando analisamos a proporção por UF.



A maioria dos servidores públicos são homens (54%), aproximadamente 30% dos agentes públicos do executivo federal estão na faixa etária entre 31 a 40 anos e 76% possuem nível superior (graduação, especialização, mestrado ou doutorado).




De acordo com o último relatório da Pesquisa Nacional por amostra de Domicílios Contínua – PNADC (III), de responsabilidade do IBGE, o número de servidores ativos representa 0,7% das pessoas ocupadas (IV) no Brasil. De acordo com a pesquisa, existem 93.342.000 pessoas ocupadas.


Para aprofundar mais o conhecimento sobre o assunto, deve-se comparar os percentuais com os de outros países e analisar as diferenças entre eles. Também é necessário verificar a evolução do número de servidores por ano e os valores gastos com a folha de pagamentos. Mas isso ficará para um próximo post!

__________________________

(I) Reportagem do Valor Econômico, publicado em 15 de março de 2013 [https://www.valor.com.br/brasil/3046800/ibge-funcionarios-publicos-eram-16-da-populacao-brasileira-em-2012]

(II) Levando em consideração a base para Junho/2019.

(III) Pesquisa realizada pelo IBGE: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/2421/pnact_2019_2tri.pdf

(IV) Conceito utilizado pelo IBGE.

__________________________



Walysson Barros

Integrante da Metapolítica, bacharel em Gestão de Políticas Públicas pela Universidade de Brasília.

105 visualizações
Acompanhe nosso trabalho em:
Fale conosco.png